A vida e seus desvios calculados. Do nada aos Los Nadies.

Uruguai. Vinho. Pequena produção. Qualidade. Alta gama. Los Nadies. Nome diferente de bodega que não conhecia. Eu continuo com minha pesquisa, com meu guru virtual, a web. Nos resultados, a página da bodega aparece depois de um vídeo de Eduardo Galeano, escritor uruguaio, narrando Los Nadies, poema do Livro dos Abraços. Não resisto: adoro Eduardo Galeano, desde que me encantei com uma história que termina com um filho pedindo ao pai que o ensine a olhar o mar – era a primeira vez que o via. O vídeo/texto Los Nadies é pungente. Fala de um mundo paralelo. Me tira do equilíbrio. Quando, finalemente, acesso a página da bodega Los Nadies, ainda intrigada pelo nome, tive a certeza de que precisava conhecê-la!

Continue lendo