Cacique Maravilla

O primeiro Cacique Maravilla a gente nunca esquece! O meu foi o Gutiflower, que provei na feira Naturebas. O vinho de moscatel de alejandría, torontel e corinto era nada parecido com os vinhos chilenos que já havia bebido. Um vinho branco, turvo, elaborado com uvas que se usam para fazer pisco no Chile, quase nada doce e meio espumante. E delicioso. E para tornar a experiência inesquecível, o Gutiflower foi servido pelo próprio produtor, Manuel Moragua Gutiérrez. Ele, sua mulher e sua filha exalavam entusiasmo e alegria pelos vinhos que apresentavam. E como os vinhos me guiam, foi fácil me convencer de que precisava conhecer  Yumbel, Bio Bio,  onde os vinhos do Cacique Maravilla eram produzidos.

Continue lendo